27 de abr de 2012

Silenciosamente

A cada ser humano que retorna ao Lar espiritual, acabo ficando pensativa! Esse é a única  situação certa. E sempre não queremos rever isso. Pode ser que: Por ser fato nem queiramos  refletir.. Hoje fiquei sabendo de alguem que conheci, que voltou. Percebi que queriam falar da causa e não do ser. Eu enfatizei o ser e claro me compadeci, principalmente que esta pessoa deixou um filho de 18 ano com um pouco de retardo mental. Pensei nela com carinho, fiz prece para seu espírito e me dei conta que estou tendo as oportunidade de sempre dizer para as pessoas, como elas são importantes. Essa moça por ter tb com retardo, era criticada, muitos a evitavam, mas eu sempre dei atenção, recebia ela em minha casa, conversava, dava atenção! onde ela me encontrasse. Nunca recusei um sorriso, um oi! tudo bem? Passeando nê!. Isso é bom etc.... Ofereci a ela duas telas pintadas que ela gostou. Digo isso não para me vangloriar, e sim para dizer que todas pessoas que se foram de repente nestes anos eu sempre só falei coisas amorosas. Isso pode parecer egoísmo, mas me dá uma paz, uma serenidade, em saber que posso me compadecer, e agradecer a Deus, aos meus guias espirituais pela intuição. E eu ter a coragem de não perder as oportunidades de deixar sempre as pessoas que se aproximam de mim sempre com um sorriso.  Valorizando a essência do ser, que realmente importa. Fiquem com Deu. Muita paz a todos.....

2 comentários:

Noemi Szcypula disse...

Oi MO BEM, tudo bem? Bjs.

Noemi Szcypula disse...

´´E gratificante perceber que a gente teve "tempo" não é? As vezes temos tempo para amar mas...? tempo para doar mas...? Então que feliz estas por ter aproveitado as oportunidades. bjs.