25 de fev de 2012

Energia da palavra

Há tempo reflito sobre a energia das palavras. Na realidade a palavra é uma escrita como todas, sem vida, Mas elas se tornam vivas e forte de acordo com a energia de cada pessoa que a pronuncia. Estou querendo dizer sobra a palavra "ódio". Essa palavra , não mais existe no meu vocabulário, foi uma conquista difícil. Por isso hoje consigo perceber e até ver a energia. Digo ver literalmente, a mediunidade que tenho de vez em quando me permite ver. Recentemente aconteceu um incidente e foi pronunciado esta palavra com tanta energia negativa, que naquele instante observei uma especie de fumaça  cinza em torno da pessoa. Fiquei um pouco assustada deste então vi que preciso falar sobre isso. Seria tão bom para cada um de nós sempre nos envolvemos com energia boas, com palavras carinhosas. Quando depende de nós podemos e devemos fazer, é para nosso próprio bem. Mas que pena que muitos não percebem isso, por ora. Pensemos nisso. Fiquem com Deus.

Um comentário:

Noemi Szcypula disse...

Palavras, o vento não levam! Palavras tem peso!