7 de fev de 2011

Considerações

Hoje, ao assistir um jornal de notícias, vi em tempo real, o reporte a bordo de um Helicóptero dizer que estava saindo fumaça da "Cidade do Samba"um espaço reservado para as escola de samba do Rio. Fiquei apreensiva, além de ser um incêndio onde deveria ter pessoas trabalhando, ali se perderia todo um trabalho de artistas. Pois para mim, gosto de ver a criatividade dos carros alegórico, as fantasias, tudo dentro de um enredo, pensado, imaginado por pessoas com a criatividade a mil. São os artistas, são pessoas especiais, que não tem medo de mostrar suas imaginações. Senti muito, pois como artista que sou, sou sensível e me emocionei. Quando soube a tempo atrás que a escola Grande Rio, levaria para a passarela  homenageando Florianópolis, ouvi o Samba enredo, confesso que o som não me chama atenção, mas desta vez prestei atenção na letra. Gente! que coisa linda, acabei chorando por verificar que amo esta cidade, que me acolhe a 21 anos. Criei meus filhos, fizeram seus estudos, até o termino da Universidade. Aqui encontrei, muitos amigos, na Arte, na Doutrina Espírita, conheci meus irmão especiais com suas deficiencias visuais, pois tb me tornei um deles. Uma cidade limpa, com seus Prédio pintados, as casas estilo açorianos, tudo muito bacana. Então me emocionei ao saber que a Grande Rio foi a mais prejudicada. Alguns dirão! foi a mão de Deus! pois o Carnaval é coisa do Diabo. Sei que tem muito exageros, mas quem sou eu para julgar. Lembram que Jesus não julgou a meretriz (que esqueci o nome). Então! sei que nada acontece por acaso. Já repararam que o povo do Rio, tão sofrido, recem saindo das enchentes, saindo do domínio dos Traficantes. Cada um com seu laser, a seu gosto. Eu em especial, nunca saí, e não iria para ver e ouvir, pois acho muito Barulho, mas quem gosta! Para mim fica a beleza artística de cada escola, pois tem ali uma pessoas com sua imaginação e sentimento. Fiquei deveras compadecida. Abaixo tem a letra do Samba enredo de 2011.
Yjurerê mirim …
Meu paraíso … que maravilha!
Foi Deus quem fez assim
Com todo encanto … essa magia
Entre contos e lendas
Quanta imaginação
Celebrando a natureza
Rituais de gratidão
Eu também sou carijó
E bendito o meu lugar
Rezei forte … nesse chão
Sai pra lá assombração
Já peguei meu patuá

Caldeirão vai ferver
A Grande Rio chegou
Vem trazer pra você
Uma porção de amor
É a receita que a bruxinha ensinou

O Folclore é tradição
Valorizando a cultura popular
O canto … a dança
O sagrado e o profano
Minha Ilha encantada
Vivo te admirando
Beleza … riqueza
Repousando sobre o mar
Santuário pra sonhar

Meu Rio te abraça … Floripa tão bela
A tua história virou Carnaval
Essa ponte é a luz da passarela
É obra-prima … esse cartão postal
Deixo aqui meu registro, alguns podem até se escandalizar: Dirão como! Porque só nos lamentar com as catástrofes, onde as pessoas perdem vidas, saude, seu cantinho para morar. 
Bel Talarico

2 comentários:

Noemi Szcypula disse...

Vi na TV e fiquei consternada, agora eles tem um mes, (menos) até ´pra refazer tudo.

Graziella disse...

Que homenagem linda para a nossa ilha da magia. Viva Floripa!!!!