30 de ago de 2010

O Segundo Acordo.(Dos 4)


Segundo acordo.
Não tomar nada pessoalmente.
Nosso grande problema é tomarmos tudo pessoalmente, começamos fazendo o lixo da alma alheia, o nosso próprio lixo. Quando alguém disser um impropério, verifiquemos que não é pra nós e sim para ela mesma que ela está se dirigindo. Quando tomo pessoalmente começo a sofrer, fazendo suposições, que é o terceiro acordo, ficamos com vontade de nos vingar, acabamos devolvendo a palavra ruim, aí já deixamos de praticar o primeiro acordo. Não devemos tomar pra nós, nem as coisas negativas nem as positivas.
Quando nos elogiar, não devemos ensoberbecer, Devemos mandar para a espiritualidade que nos ajudou, e quando criticarem não é pra nós e sim a forma como nós passamos, então! Melhoremos, estudemos! Dessa maneira não ficaremos vaidosos, nem nos afetaremos, não ficamos melindrados e seremos felizes. Então! Não aceitar nada pessoalmente, quando recebermos uma palavra agressiva, vamos pensar e ver o que podemos aceitar para nós e melhorarmos, e o resto joga para o lixo. Se eu tomar para mim, eu fico neurótico, eu fico triste, e assim fico infeliz. Com o tempo ouvimos as pessoas falarem, selecionando o que ouvir, pois todo  mundo tem o direito de falar, mas eu não me afeto, quando é agressão. E quantas vezes já fizemos isso para as pessoas e não percebemos! Por isto devemos não tomar para nós. Não é o que entra pela boca que nos faz mal, e sim o sai de dentro de nós é que nos faz mal, e faz mal as pessoas. Responsabiliza mo nos pelo que falamos.
A pedido de uma amiga muito querida, masssss agitada e com pouca paciência de esperar. Né J..... Direi que o terceiro acordo é: Não fazermos suposições e o quarto é Fazer o melhor que pudermos, o máximo que pudermos. Claro que depois descreverei cada um deles individualmente. No final citarei a a fonte. ok

Um comentário:

Noemi Szcypula disse...

Já tinha lido sua postagem mas, hoje li com muita atenção e percebi o quantto tudo isso é verdade.
Estou curiosa pelo Terceiro acordo.