14 de mai de 2010

Nós sentimos! sim!!!.

Ontem acordei um pouco triste, com sentimentos de angustia. Refleti ao respeito, pensei!... paguei minhas contas, tenho alimento estou bem, em estado saudável acabei chorando, sem saber o porque! Fui ao médico oftalmo que tb é homeopata, interessante que estava procurando o homeopata, conversamos a respeito de sentimentos de tristeza, medo etc. Perguntei como processa  a medicação? e porque tenho que dar porrada no fundo do frasco hehehe. Explicação feita em relação as energias e átomos, explicação aceita. Meu espírito é alegre, sou uma pessoa dinâmica, mesmo com minhas limitações visuais. E como estou aprendendo a me conhecer fiquei a pensar! A noite ouvi uma palestra linda sobre ver Jesus nos nossos próximos, principalmente aqueles que temos dificuldades. Depois disso, as orações em momento de passes, tudo muito sereno para mim. Mas aquela sensação estranha estava presente. Eu como sou meio neurótica em relação aos meus filhos, se deixar viajo na maionese, mas me controlo, faço oração e faço minha parte. Chegando em casa tive a notícia do desencarne do meu cunhado, marido de uma irmã minha. Uma pessoa que gosto muito.Por ser de surpresa, pois foi muito rápido, claro que fiquei triste, fiquei consternada. Analisei que sempre nos eventos sejam lá de maneira eu estou sempre longe, sem a possibilidade de participar fisicamente com meus familiares! Estranho ne? Mas em pensamento, energia, sentimentos e em oração me faço presente. Imediatamente pedi ao grupo da Estação da Prece auxílio espiritual, para a família e em especial para meu cunhado pelo seu retorno a pátria  espiritual, rogando aos irmãos invisíveis que  auxiliem no.
E hoje escrevendo isso, estou convicta que aquele sentimento, que não estava sabendo o porque? Estou bem, claro sempre em pensamento com eles, porém certa de que senti sim, e sentimos as dificuldades que virão. O difícil é saber identifica los.
Fiquem com Deus e a espiritualidade amiga nos fortaleça nos desígnios de Deus. Com a certeza que só o corpo termina. pois a vida continua em outra edição.
Beijos, forte e carinhoso abraço a todos e em especial a minha mana Sara e todos os meus familiares que amo muito e tenho o privilégio de fazer parte de suas vidas.

Nenhum comentário: