25 de out de 2009

Pedindo licença á Mariah

Meu amigo ouvi e li a tradução dessa maravilhosa melodia, da época de minha juventude, que saudades. Vi no blog da amiga Mariah "Um novo Olhar" e peguei emprestada, por isso estou pedindo licença a ela para postá-la no meu blog. Pois é muito lindo e não posso ficar só para mim. Tenho certeza que ela não ficará brava.Porque visitando seu blog e vendo suas postagem, só nos mostra um ser lindo preocupada com seu próximo.




Olá escuridão, minha velha amiga
Eu vim para conversar contigo novamente
Por causa de uma visão que se aproxima suavemente
Deixou suas sementes enquanto eu estava dormindo
E a visão que foi plantada em meu cérebro
Ainda permanece
Entre o som do silêncio

Em sonhos agitados eu caminho só
Em ruas estreitas de paralelepípedos
Sob a auréola de uma lamparina de rua
Virei meu colarinho para proteger do frio e humidade
Quando meus olhos foram ofuscados pelo lampejo de uma luz de néon
Que dividiu a noite
E tocou o som do silêncio

E na luz nua eu vi
Dez mil pessoas talvez mais
Pessoas conversando sem falar
Pessoas ouvindo sem escutar
Pessoas escrevendo canções
Que vozes jamais compartilharam
Ninguém ousou
Perturbar o som do silêncio

E as pessoas curvaram-se e rezaram
Ao Deus de néon que elas criaram
E um sinal assinalou o seu aviso
Nas palavras que estavam se formando
E o sinal disse "As palavras dos profeta Estão escritas nas paredes do metro
E corredores de habitações
E sussurraram no som do silêncio

2 comentários:

Mariah disse...

Izabel, fiquei muito feliz que tenha gostado de minha mensagem.

Palavras que emocionam e toca o coração...

As pessoas deveriam para para pensar um pouquinho, sobre ter "Um Novo Olhar".

Abraços!

Noemi Szcypula disse...

Ola minha irmã, essa musica é da nossa juventude e sinto saudades e emocionada. beijos