13 de set de 2009

Lixo Humano.

Este termo está martelando a mais de uma semana, ouvi isso do Presidente de uma Associação de moradores do Bairro em São Paulo,"Favela do Heliópolis" isso ficou tão latente na minha mente. Eu pergunto onde estão os lixos humanos? Com certeza, na classe política, lá sim estão os verdadeiros dono desse títulos. São tão lixos que até o nome dos seus partidos são partidos, porque não são unidos ex. Unidos verde, Unidos liberal e assim vai. Isso já demonstram suas índole, que só pensam no seu bem estar. Como pode um País lindo, com tantas beleza, com fartura de terra, de alimentos termos irmãos nosso com tão pouco. As pessoas que vivem nas "ditas" favelas, são tão, ou mais do que nós dignas. Todos são filhos do mesmo Deus, mas voces me perguntarão porque isso é permitido por Ele? Como Pai amoroso ee permite que tenhamos o livre arbítrio. Nós escolhemos nossas provas e expiações.
EX:Imaginemos que compramos um vestido novo, escolhemos, vemos o que melhor nos molda se conseguiremos usar. Isso é a prova (Nós escolhemos ou Deus nos dá essa oportunidade para podermos evoluir mais rápido).
A expiação, nós já temos o vestido, usamos de qualquer jeito e estragamos agora temos que consertá-lo para usar de novo. Isso é expiação.
Explicando melhor: Nesta atual vida se viemos com o vestido novo, mas não conseguimos usar sem estragar. Na próxima encarnação esse vestido se tornará expiação, por teremos que consertá-lo. Entenderão?
Assim nossos irmão da Heliopolis se souberem viver com resignação (não confundir com acomodação)podem estarem em prova ou expiação. Só Deus sabe.
Mas as pessoas (como políticos) que deveriam ajudar, e não o fazem, esses sim com certeza na próxima vinda estarão lá consertando seus vestidos (expiando).
Assim seguimos, renascendo, ora aqui ora lá.
Porque o que realmente existe é nosso espírito, que é eterno, o corpo é um vaso que um dia se quebra. Maaaaaaaaaas adiante podemos ter outro.
A vida continua.................sempre.
Aquele que crê não tem medo da morte.
Ver capítulo 941 no Livro dos Espíritos.

Nenhum comentário: