25 de abr de 2009

Fresquissima

Hoje meu sábado foi diferente e muito bom. Fomos mesmo com chuva comemorar o dia mundial do Tai Chi Chuan, com meus amigos da ACIC. Sai cedinho de casa, pois a Topic nos pegaria a 9:00 hs. O local escolhido para as apresentações era na praça da bela Lagoa da Conceição, aqui em Florianópolis.
Porém devido a chuva fomos para a Academia da nossa mestra, que também é na Lagoa. Um lugar muito, sereno, com muitas plantas, a decoração de acordo ( espadas, leques etc...) a pintura do ambiente em vermelho. Para mim que tenho graças a Deus um pouco de visão, fiquei feliz por ver tudo. Teve nossa apresentação, recebi elogio ( Mestra) na ora da apresentação ( confesso que fiquei vermelha) pois estávamos sendo fotografados e observados por outros mestres e alunos. A apresentação seguiu: vimos uma jovem fazer uma dança com uma espada, um jovem fazer com um cajado de bambu, apresentação de dança do dragão, a apresentação das pessoas (dita normais) que foi muito lindo e finalmente um mestre vestido a carater com o chapéu de chinês, nos contou uma história ou melhor interpretou. Confesso que me emocionei muito com tudo isso. Depois fomos todos almoçar em um restaurante para finalizar o evento. Voltando! como sempre faço: comecei a refletir no dia e acontecimentos. Achei tão importante, pois nossa vida sempre é como rede, vai se entrelaçando com novos relacionamentos obtendo novos conhecimentos, recebendo novas informações e deixando nossas informações como pessoa, como sentimento de amizade, fraternidade, serenidade e cultura. E assim vamos seguindo com nosso aprendizado. E sempre tiro lições valiosas, porque hoje eu reflito sempre o meu dia no final para o dia de amanha eu poder fazer melhor do que o de hoje, principalmente minhas atitudes com meus irmãos neste orbe, lindo e maravilhoso que Deus nos deu e me permitiu estar neste momento. Fiquem com Deus. Beijosssssssssssss e obrigada

Um comentário:

Noemi Szcypula disse...

Querida, meu sábado também foi diferente, estivemos com aquelas pessoas,(aquelas do despejo) realmente não temos nada em comum e que bom que conseguimos conversar, ate mesmo almoçamos juntos, mas sem misturar as estações. Quem bom sair e passear e fazer coisas que voce faz. beijos.