2 de mar de 2009

COMO NÃO CHORAR!...

Como não chorar! junto com as mães que só tem feijão com farinha, ou quando tem feijão para seus filhos.
Como não chorar! junto com a mãe que chora, porque sua filha tem um sonho, ganhar uma boneca que fala, e ela mãe, não pode dar essa alegria a sua filha.
Como não chorar! junto com a mãe que sua filha está para se casar, e a mãe quer ajudar e não poderá.
Como não chorar! junto com mãe que mora numa casinha de barro, lá no sertão árido do nosso lindo Brasil, com seus vários filhos, cuidando deles sozinha, pois seu companheiro foi para São Paulo tentar ganhar a vida, e não dá notícias.
Como não chorar! junto com a mãe que tem 21 filhos e fez laqueadura para não ter mais, e diz ao médico que se arrependeu, porque deixou de ganhar a esmola que o nosso governo dá (através de bolsas família, (bocas famintas)
Como não chorar! pelas mães ricas com todo o conforto que dão de tudo aos filhos, sem dizer não a eles, deixando-os se tornarem adultos, egoístas, irresponsáveis, pois nós pães,mães é que moldamos o caracter dos nossos filhos.
Como não chorar! pela mães, que impede que o pai tenho participação de igualdade na educação dos filhos.
Como não chorar! pelas mães que choram por seus filhos, desaparecidos, que amam seus filhos acima de tudo, que maltratam seus filhos etc...
Como não chorar! pelas alegrias que nossos filhos nos proporciona, ou pelas tristezas e sofrimentos.
Mães, somos as representantes de Maria aqui na terra, onde Deus nos confiou a nós os seus filhos, para podermos cuidar, educar, amar, e dar condições da evolução do espírito, sozinhas ou com seus companheiros. Mesmo com entendimento do sofrimento de casa ser, aqui neste mundo de provas e expiações, fica difícil não chorar com essas mães, pois também sou mães. E se pudesse dar alentos a todas as mães, aos filhos de todas as mães faria, mas como disse cada um tem seu compromisso assumido com Deus, para a sua evolução.
Izabel Talarico
Florianópolis

Um comentário:

Noemi Szcypula disse...

Como não chorar com seus filhos(as) que correm atras de seus sonhos, e são maltratados e humilhados, mas a mãe ali na vigilia, diz (Prometa não desaminar!) .
Linda postagem mirmã. beijos eternos te amo muito.