13 de fev de 2009

As três peneiras.

Um rapaz procurou Sócrates, filósofo grego e disse que precisava contar-lhe algo. Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou:
- O que você vai me contar ja passou pelas três peneiras?
- Três peneiras?
- Sim. A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer contar dos outros é um fato? Caso tenha dúvida da veracidade desta informação, esta deve morrer por aqui mesmo. Suponhamos então que seja verdade.
- Deve então passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo?
Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar pela terceira peneira: A NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta e, arremata Sócrates:
- Se passar pelas três peneiras, conte! Tanto eu, você e seu irmão nos beneficiaremos. Caso contrário esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar discórdia entre irmãos, colegas do planeta.
Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.

Moral da história DEVEMOS PERMANECER DE BOCA CALADA.

Será? que alguém já conseguiu isso? eu estou longe, e põe longe disso.
Obs: Sócrates não tinha computador, internet, orkut, blog e-mail, pois hoje além de falar podemos escrever hehehe.

Conceitualizando MORAL, ÉTICA E MORALISMO
MORAL é um conjunto de normas que regulam o comportamento do homem em sociedade, e estas normas são adquiridas pela educação, pela tradição e pelo cotidiano. Moral pode ser compreendida como à "ciência dos costumes".

ÉTICA, tem como definição o conjunto de valores que orientam o comportamento do homem em relação aos outros homens na sociedade em que vive, garantindo o bem estar social, ou seja, ÉTICA é a forma que o homem deve se comportar no meio social. Esta investiga, analisa e explica a moral de uma determinada sociedade.

MORALISMO consiste na tentativa de impor um padrão moral determinado por algum ator social sobre os demais.

Sejamos Éticos e Morais, não moralista.

2 comentários:

Noemi Szcypula disse...

Ou seja, tira tua mão e cala tua boca. beijos

Graziella disse...

eu amo essa historia!! te amoooooooooooooooooooo mamae